quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Notícias da Holanda....



Recebemos do nosso jovem Fr. Luciano um sinal de vida do nosso convento da holanda. Nesta mensagem ele fala da esperança da vida religiosa holandesa a partir do encontro de jovens religiosos que ocorreu perto de Handel.


Deus continua chamando para O seguirmos e estar em intimidade com Ele! A Vida Religiosa Consagrada como um desejo de resposta a uma busca de Deus de forma mais intensa também continua presente e a fascinar pessoas, de forma particular os jovens, de todas as partes, até mesmo aqui nos Países Baixos.
Um dos grandes testemunhos da Vida Religiosa Consagrada hoje consiste em ser luz. Não uma luz qualquer e isolada, mas uma luz que é reflexo da “grande Luz” que é Deus. Somos chamados a iluminar os ambientes, sermos luz de Deus, mostrar no mundo a sua presença, seu amor, seu rosto misericordioso. Trilhando essa linha de pensamento o Papa Bento XVI vai afirmar que “Os consagrados e as consagradas têm hoje a tarefa de ser testemunhas da transfiguradora presença de Deus em um mundo cada vez mais desorientado e confuso, um mundo no qual os matizes substituíram as cores sumamente claras e destacadas”.
Resolvi escrever este, após experienciar e ler sobre a Vida Religiosa Consagrada em terras holandesas hoje. A Vida Religiosa na Holanda passa por uma mudança. E não é para “a extinção”, mas, para um novo reflorescer. Um novo renascimento! Claro! Não nos moldes antigos em que a quantidade era um marco. Seminários e conventos cheios, missionários sendo enviados para todas as partes do mundo, principalmente Indonésia, Suriname, Congo, Brasil, etc. Hoje, diferentemente do passado remoto acontece um fenômeno mais discreto, poucas pessoas, mas é algo real.
Aqui existem jovens religiosos! E jovens que dizem com convicção: “Ja, we zijn er nog” que seria “Sim, ainda estamos” ou numa tradução mais completa poderia ser: “Sim, nós ainda estamos aqui”. Deu para perceber isto de forma mais clara nos “ecos” do IV Jonge Religieuzendag, isto é, o IV Encontro de Religiosos Jovens que aconteceu dia 08 de julho no convento dos frades carmelitas na cidade de Nijmegen, não muito distante de Handel. Um encontro para religiosos de no máximo 35 anos que partilharam suas vidas, trocaram experiências, rezaram, celebraram a Eucaristia e refletiram sobre o tema: Vida Religiosa Consagrada e comunicação, ministrado por frei Fer van der Reijken, ofm. Tipo de encontro que traz esperança mesmo quando sabemos sobre a realidade e os desafios da Vida Religiosa no continente europeu. Uma Vida Religiosa marcada praticamente pelos mesmos problemas. ‘A idade média dos religiosos e religiosas que se cifra num escalão bem alto, a escassez de vocações, a pouca atração de um estilo de vida diferente, entre outros que muitas vezes se procuram encontrar’.

Contudo, tratando-se da Holanda, constata-se agora uma maior procura pela Vida Religiosa Consagrada. Algo que a mais ou menos 20 anos não acontecia. Para termos uma idéia, a secretaria da Conferência do Religiosos da Holanda com sede na Diocese de Den Bosch recebeu no ano de 2008 a visita de 40 pessoas interessadas em conhecer mais a Vida Religiosa. Não saberia dizer aqui quantos efetivamente entraram.
É certo dizer: “vivem-se tempos difíceis” na Europa, mas os religiosos não devem perder a esperança. Também acredito que a Vida Religiosa hoje é chamada a voltar a ter coragem de estar no seu lugar, e de testemunhar de modo alegre que somos filhos de Deus, sem esquecer da responsabilidade histórica de desempenhar, hoje, um papel semelhante ao que, no seu tempo, desempenharam grandes personalidades como “Bento, Bernardo, Cirilo e Metódio, Norberto, Brígida, Francisco, Domingos, Teresa,” e muitos outros fundadores de famílias religiosas.
Vale ressaltar que quando tantas vezes “levantei a bandeira” da esparança em todo o percurso do texto, me referi não a uma esperança sonhadora e ilusória, mas, a uma esperança realista. Já conheço inúmeros religiosos jovens que acreditam na Vida Religiosa Consagrada, no seu valor, testemunho, mensagem e missão profética. Fica então para nós o convite à sermos homens e mulheres mais esperançosos. Vivendo e caminhando com mais otimismo e ânimo.
Estejamos unidos em oração pedindo ao Senhor da messe que continue enviando operários para a sua messe, pois a messe é grande! (Mt. 9,38)

Abraço Fraterno,
Frei Luciano Henrique, ocd
Handel/Holanda
Postar um comentário