sábado, 20 de maio de 2017



"Digo que importa muito, ter uma grande e muito determinada determinação de não parar enquanto não alcançar a meta, surja o que surgir, aconteça o que acontecer, sofra-se o que sofrer, murmure quem murmurar, mesmo que não se tenham forças para prosseguir, mesmo que se morra no caminho ou não suporte os padecimentos que nele há, ainda que o mundo venha abaixo...”
(Santa Teresa - Caminho de Perfeição 21, 2). 

segunda-feira, 27 de março de 2017

Céu na terra...


«Para escutar…, não se pode ficar, por assim dizer, à superfície,
é preciso entrar sempre mais no Ser divino pelo recolhimento.
“Prossigo a minha caminhada”, exclamava São Paulo;
assim devemos descer todos os dias nesta senda do Abismo que é Deus;
deixemo-nos escorregar por essa vertente numa confiança cheia de amor.
“Um abismo clama por outro abismo.”
É aí, no mais profundo, que se operará o choque divino,
que o abismo do nosso nada, da nossa miséria,
se encontrará frente a frente com o Abismo da misericórdia,
da imensidade do tudo de Deus.»

Santa Elisabete da Trindade | 1880 - 1906
O Céu na terra, 4


segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Descansar em Deus...

«A pessoa que acredita em Deus é feliz,
porque sabe que tem um Pai
que está na origem
e acima de toda a paternidade humana.
Ama o seu Pai,
descansa nos Seus braços
e vive para esse Pai,
que sabe ser bondade,
misericórdia,
perdão
e amor!»

Serva de Deus Irmã Lúcia de Jesus | 1907 - 2005
Apelos da Mensagem de Fátima, cap. 23




sábado, 28 de janeiro de 2017

Ó Salvação minha...


«Ó salvação minha!
Faz derreter o gelo que está no meu coração.
Quando o sol se põe,
o frio torna o gelo como uma pedra,
e se o sol aparece
o gelo liquefaz-se.
Assim é a minha alma, Senhor:
se Tu a deixas,
fica gelada como uma pedra,
como um corpo morto […].
Vem, vem ó minha Vida.
Apressa-Te a vir para me ressuscitares!»

Santa Maria de Jesus Crucificado | 1846 - 1878

Elevações Espirituais. 25. 

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Frei Afonso é eleito Provincial

FREI AFONSO DE SANTA TERESINHA,OCD


Os frades Carmelitas Descalços, província São José do Brasil, elegeram no dia de hoje (10 de novembro de 2016) seu Rev.mo Padre Provincial, Frei Afonso de Santa Teresinha, que animará a vida da Província nos próximos três anos.
Frei Afonso nasceu no dia 11 de julho de 1960 em Andradas/MG. Entrou para o Carmelo Descalço no ano de 1985. Emitiu Profissão Simples no ano de 1987 e a Solene no ano de 1992. Foi ordenado Presbítero no ano de 1998.
Atualmente servia à Província como Conselheiro Provincial, Superior e Mestre de Estudantado no Convento Santa Teresa em Belo Horizonte.

Imploramos à Virgem Maria, Mãe e Rainha do Carmelo, ao seu esposo São José a quem estamos confiados, à Santa Madre Teresa, ao Santo padre João da Cruz e a todos os Santos e Beatos de nossa Ordem que te auxiliem em sua nova missão.

terça-feira, 18 de outubro de 2016

Elisabete da Trindade ... "Noites Teresianas"

Exposição da mais nova Santa Carmelita, Elisabete da Trindade, 
 acontece  na Paróquia do Carmo, em Caratinga/MG

Desde o dia 15, em um espaço ao lado da igreja da Paróquia do Carmo, na Rua Manoel Gonçalves de Castro, no Bairro Esplanada, está aberta a exposição da mais nova Santa Carmelita, Elisabete da Trindade.
Elisabete da Trindade nasceu na França, em um acampamento militar. Com sua vida e doutrina, breve mas sólida, ele exerce uma grande influência na espiritualidade atual, especialmente por sua experiência trinitária. Em 1984, ela foi beatificada pelo papa João Paulo II e canonizada no dia 16 deste mês de outubro.

A exposição na Paróquia do Carmo conta toda a história de vida de Elisabete da Trindade. Além disso, do dia 24 ao dia 27 haverá uma programação especial intitulada “Noites Teresianas” com missas e palestras relacionadas à vida de Elisabete da Trindade.








sábado, 15 de outubro de 2016

Canonização de Elisabete da Trindade

A família do Carmelo Descalço louva a Deus pela canonização da 
Beata Elisabete da Trindade.
Roma, 16 de outubro de 20116

«Ó meu Deus,
Trindade que eu adoro,
ajudai-me a esquecer-me inteiramente,
para me estabelecer em Vós,
imóvel e pacífica
como se já a minha alma estivesse na eternidade.
Que nada possa perturbar a minha paz,
nem fazer-me sair de Vós,
ó meu Imutável,
mas que cada minuto me leve mais longe
na profundidade do Vosso Mistério.
Pacificai a minha alma,
fazei dela o Vosso céu,
Vossa morada amada
e o lugar de Vosso repouso.
Que nunca aí eu Vos deixe só,
mas que esteja lá inteiramente,
toda acordada na minha fé,
perfeita adoradora,
toda entregue à Vossa Ação criadora.»

Ditoso o coração enamorado
Que só em Deus coloca o pensamento;
Por Ele renuncia a todo o criado,
Nele acha glória, paz, contentamento.
Vive até de si mesmo descuidado,
Pois no seu Deus traz todo o seu intento.
E assim transpõe sereno e jubiloso

As ondas deste mar tempestuoso.

sábado, 1 de outubro de 2016

O CARMELO ESTÁ EM FESTA:
VIVA TERESINHA, AQUELA DE JESUS!!!

Depois de desejar ser todas as vocações que existem na Igreja, Teresa sossega com a seguinte descoberta:

«Ó Jesus, meu Amor! Encontrei finalmente a minha vocação: a minha vocação é o Amor... Sim, encontrei o meu lugar na Igreja, e esse lugar, ó meu Deus, fostes Vós que mo destes... No coração da Igreja, minha Mãe, eu serei o Amor... Assim serei tudo! Assim o meu sonho será realizado!!!» (História de uma Alma, B, 3v)

sexta-feira, 16 de setembro de 2016


«Se, por vezes, ele [fala sobre si próprio]
está um pouco ausente desta divina presença,
Deus faz-se sentir rapidamente na sua alma
para o chamar,
coisa que lhe acontece frequentemente
sempre que está mais empenhado
nas suas ocupações exteriores.
Ele responde com exata fidelidade
a estas graças interiores:
ou com uma elevação do seu coração
em direção a Deus,
ou com um olhar doce e amoroso,
ou com algumas palavras
que o amor forma nos seus encontros,
por exemplo:
“Meu Deus, eis-me todo aqui para Vós:
Senhor, fazei-me segundo o vosso Coração.”»

«E então parece-lhe que, com efeito,
sente que este Deus de amor
Se contenta com estas poucas palavras,
readormece e descansa no fundo
e centro da sua alma.
A experiência destas coisas
fazem-no tão certo de que Deus
está sempre no fundo da sua alma
que não pode ter qualquer dúvida disso,
o que quer que faça ou que lhe aconteça.»

Frei Lourenço da Ressurreição | 1614 – 1691
Carta 01. A uma Religiosa. 01 de Junho de 1682

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

«A força salvadora 
é o poder de ressuscitar 
os que estavam mortos para a vida divina 
por causa do pecado. 
Esta força salvadora da Cruz 
passou à palavra da Cruz e, 
através desta palavra 
comunica-se a quantos a recebem 
e se abrem a ela sem pretender milagres, 
nem fundamentos de sabedoria humana: 
neles converte-se nessa força vivificadora 
e formadora a que chamam Ciência da Cruz». 

Santa Teresa Benedita da Cruz (Edith Stein) | 1891 – 1942 
Ciência da Cruz.

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Silenciar...

«Estou lançada no abismo 
de um profundo silêncio, 
a paz do Senhor 
é a minha força, 
a sede de O amar 
é o meu repouso…» 

Beata Elias de S. Clemente | 1901 - 1927 
Carta 37. A Padre Elia. 1923.

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Palavra...


«Entre no templo da sua alma;
ponha-se ali em silêncio
e escute a voz do seu rei,
que a partir do trono do altar, que há no fundo do seu coração,
lhe fala sempre.
Com fidelidade, com cuidado,
com toda a perfeição,
esforce-se por pôr em prática os Seus conselhos.
Caminhe segundo a palavra
que Ele lhe anuncia no segredo do seu coração
e viverá eternamente.»

Beato Francisco Palau | 1811 - 1872
Carta 1


segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Chamado permanente...

O chamado de Deus é permanente em nossas vidas. Ele nos quer felizes e realizados, dialoga conosco e nos garante sua presença. Como discípulos de JESUS CRISTO tivemos a graça de receber através do sacramento do BATISMO a VOCAÇÃO CRISTÃ: é o nascimento para a vida nova, como vai nos dizer o Apóstolo João: “Havia entre os fariseus um homem chamado Nicodemos, um notável entre os judeus. À noite ele veio encontrar Jesus e lhe disse: “Rabi, sabemos que vens da parte de Deus como Mestre, pois ninguém pode fazer os sinais que fazes, se Deus não estiver com ele”. Jesus lhe respondeu: “Em verdade, em verdade, te digo: quem não nascer de novo não pode ver o Reino de Deus”. (cf. Jo 3,1-5). Através deste sacramento somos convidados a “assumir o COMPROMISSO de seguir e de conhecer JESUS CRISTO para SEMPRE”.

Recebemos de Deus a vocação à VIDA. E é nesta mesma vida que somos convidados, na perspectiva do seguimento e do discernimento a encontrar nosso lugar no serviço ao Senhor, nos realizando enquanto seres humanos e gerando ao nosso redor vida plena para nossos irmãos e irmãs. A graça santificante de Deus nunca nos falta quando de fato, nos colocamos à sua disposição com humildade e fé, que são as virtudes que criam em nós uma terra fértil em que Deus pode realizar os milagres de seu amor onipotente.