segunda-feira, 30 de maio de 2016

Maria...

Homenagem da Paróquia Nossa Senhora do Carmo de Caratinga
 à Virgem Rainha do Céu





O CARMELO É TODO DE MARIA
 Não se pode compreender o Carmelo sem a presença viva de Maria. Ela é mãe e irmã dos Carmelitas, que caminha conosco e não permite o desânimo em nós. Modelo da nossa vida contemplativa, ela nos ensina a acolher, a meditar e a conservar a Palavra de Deus no coração.

Assim, ao eleger a Virgem Maria como Mãe e Padroeira da Ordem, vemos em sua vida interior e união ao mistério de Cristo, um modelo admirável de nossa Consagração religiosa.

terça-feira, 17 de maio de 2016

Carmelo...

SER CARMELITA

Ser Carmelita Descalço é aspirar à intimidade com Deus, meta a que se propõe cada um de nós. Buscamos no dia a dia “Subir o Monte Carmelo”, como tão belamente descreve o Santo Padre João da Cruz, e no cimo deste monte colocar-se num encontro transformante com o Senhor.

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Dia da Província!

No dia 17 de maio, nós Carmelitas Descalços do Sudeste do Brasil celebramos o dia de nossa Província sob o patrocínio de São José.

Vocações...

REZEMOS PELAS VOCAÇÕES À FAMÍLIA DO CARMELO:


sexta-feira, 13 de maio de 2016


«A Virgem,
que levava no Seu Coração
cada Palavra que Deus Lhe dirigia,
é o modelo daquelas almas atentas
nas quais revive a oração de Jesus
Sumo Sacerdote;
e essas almas que, seguindo o Seu exemplo
se dedicam à contemplação da vida
e da Paixão de Cristo,
são as escolhidas de preferência pelo Senhor
para serem os instrumentos
das Suas grandes obras na Igreja.»

Santa Teresa Benedita da Cruz (Edith Stein) | 1891 - 1942
A Oração da Igreja. 22 

segunda-feira, 9 de maio de 2016

Se o amor que Vós me tendes,
Meu Deus, é como o que vos tenho,
Dizei-me: em que me detenho?
Ou Vós em que vos detendes?

-Alma que queres tu de mim?
-Meu Deus, não mais que ver-Te.
-E que mais temes de ti?
-O que mais temo é perder-Te.

Uma alma em Deus escondida,
O que terá p’ra desejar
Senão amar e mais amar,
E em amor toda incendida
Tornar-Te de novo a amar?

Só peço que um amor pleno,
Meu Deus, minha alma vos tenha,
Para fazer um ninho ameno
Aonde mais lhe convenha.

Santa Teresa de Jesus | 1515 - 1582

Poesias 4

sexta-feira, 6 de maio de 2016

Vosso Coração...

«O Vosso Coração
será o altar onde se fará
a consumação de mim mesma em Vós,
meu Esposo querido,
e Vós devereis ser o Sacerdote
que deve consumar esta vítima
com os ardores
do Vosso Santo Coração.»

Santa Teresa Margarida de Redi | 1747 - 1770
Escritos Vários. 7 

quarta-feira, 4 de maio de 2016

No centro de minha alma

«Não posso compreender
como as pessoas religiosas
podem viver contentes
sem a prática da presença de Deus.
Quanto a mim,
mantenho-me retirado com Ele
no fundo e centro da minha alma
tanto quanto posso
e, quando estou com Ele assim,
não temo nada,
mas o menor afastamento
é para mim um inferno.»

Frei Lourenço da Ressurreição | 1614 – 1691
Carta 04. A uma religiosa. 03 de Novembro de 1685.

terça-feira, 3 de maio de 2016

Ele habita em nós...

«“Deus em mim e eu n’Ele”, 
seja esta a nossa divisa. 
Ah! Quão boa esta presença de Deus 
dentro de nós, 
neste santuário íntimo das nossas almas. 
É aí que sempre O encontramos, 
ainda que pelo sentimento 
não nos apercebamos da sua presença, 
mas, não obstante, 
Ele está lá, talvez mais perto ainda, como dizes. 
É aí que gosto de procurá-l’O. 
Oh! Tratemos de nunca O deixar solitário, 
que as nossas vidas sejam uma contínua oração. 
Oh! Quem de nós O poderá arrebatar, 
quem poderá distrair-nos d’Aquele 
que nos tomou totalmente para Si, 
que nos fez inteiramente Suas! 
Oh, como Ele é bom, minha irmã!» 

Beata Isabel da Trindade | 1880 – 1906 
Carta 47. A Margarida Gollot. 18.04.1901

Ele é o Amor eterno!

«Se a criação te fala
e nela tu vês o poder [de Deus],
por outro lado, eu digo-te:
porque fixar o olhar aqui em baixo
e não o elevar ao Criador?
Que o teu olhar esteja voltado sempre para o alto
e só lá encontrarás alguma coisa
que detém qualquer outro pensamento,
e a alma, fixando aquele misterioso véu azul,
que encobre aos mortais a felicidade,
sente pujante a necessidade de se sacrificar
e até de derramar lágrimas, para o atingir:
não concordas?»

Beata Elias de S. Clemente | 1901 - 1927

Carta 24. 12-11-1922.

segunda-feira, 2 de maio de 2016

A Ele procuramos...

«Oh! Nada mais ver
senão sempre a Ele;
mesmo quando esta mão cheia de amor
pareça fazer sangrar o coração;
ainda que Ele se esconda,
Ele, o único que procuramos!»

Beata Isabel da Trindade | 1880 – 1906
Carta 44. A Margarida Gollot. 07.04.1901.

domingo, 1 de maio de 2016

Buscando meus amores...

«Tanto [os gostos, consolações e deleites]
invadiriam o coração
e transformar-se-iam em estorvo
para a desnudez espiritual,
que é exigida no caminho direto para Cristo,
se a alma reparasse e se fixasse neles.
Então, para O procurar,
diz que não colherá qualquer uma dessas coisas.
É como se dissesse:
“Não fixarei o meu coração
nas riquezas e nos bens que o mundo oferece,
não consentirei
nos prazeres e deleites da minha carne,
nem darei atenção
aos gostos e consolações do meu espírito,
para que não me impeçam
de buscar os meus amores
pelos montes das virtudes e dificuldades.»

S. João da Cruz | 1542 - 1591
Cântico Espiritual. 3, 5

Mês de Maria

«Como é doce,
como é boa
e como é bela Maria!
Ama-A com paixão filial.»

Beata Maria Cândida da Eucaristia | 1884 - 1949
Perfeição Carmelitana. 88


Minha Mãe, Maria,
dá-me um olhar semelhante ao Teu,
que sabe encontrar em todos os momentos
o Teu Filho Jesus.
E dá-me, Te peço,
uns olhos semelhantes aos Teus,
que saibam ver cada irmão
com o Teu coração materno.
Mãe, ensina-me a amar!
Assim seja!