sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Vocação

Podemos definir a vocação de Santa Teresinha como amor, doação e entusiasmo apostólico. Sentia, como Jesus, a sede de almas. Doava-se sem reservas e continuaria no céu a fazer cair uma chuva de bênçãos e graças sobre todos os que a ela recorressem. É uma vocação feita de entrega e de simplicidade. Por isso, a “pequena via” que ela nos apresenta deixa-nos desconcertados e felizes porque agora sabemos que nada poderá impedir-nos de ser santos.


Postar um comentário