domingo, 31 de julho de 2011

ABERTO O PROCESSO DE CANONIZAÇÃO DE ELISABETE DA TRINDADE


Elisabete da Trindade foi beatificada pelo papa João Paulo II, no dia 25 de novembro de 1984. Para ser reconhecida como Santa da Igreja precisa-se de mais um milagre. No dia 13 de julho de 2011, a Casa Geral do Frades Carmelitas Descalços noticiou a abertura do processo de canonização, que teve início no dia 11 de julho de 2011, devido a um milagre atribuído à Beata. Trata-se de Marie-Paul Stevensl, professora de ensino religioso dos Irmãos Maristas de Malmedy (Bélgica). Nos últimos tempos, começou a sentir uma forte dificuldade para articular palavras, ao mesmo tempo sofria problemas de salivação, durante o mês de maio de 1997. Aconselhada por uma amiga médica, submeteu-se a alguns exames clínicos que revelaram a doença de “Sjøgren” que, gradualmente, ia afetando os diversos âmbitos do organismo.
Depois de realizar diversos tratamentos sem êxito, empreendeu uma viagem a Flavignerot para agradecer a Elisabete da Trindade por tê-la sustentado durante sua enfermidade. No dia 2 de abril de 2002, depois de ter rezado na capela do Carmelo e ter agradecido a Elisabete pela sua ajuda, sentou-se numa das pedras do estacionamento do mosteiro. Imprevistamente, diante dos olhos atônitos dos amigos que estava com ela, levantou-se com os braços para o alto e exclamou cheia de surpresa e alegria: “Já não estou mais doente!” Depois desse dia, Maria-Paul levou uma vida totalmente normal.
Elisabete da Trindade nasceu no acampamento militar de Avor (Bourges), em 1880. Em 1901, entrou no Carmelo Descalço de Dijon, emitindo os votos em 1903. Passou “à Luz, ao Amor, à Vida” da Pátria a 9 de novembro de 1906. Verdadeira adoradora em espírito e em verdade, entre penas interiores e doenças, viveu como “louvor de glória” da Santíssima Trindade presente na alma, encontrando no mistério da inabitação o seu “céu na terra”, seu carisma e missão eclesial.  


REZEMOS PARA QUE EM BREVE TENHAMOS MAIS UMA CARMELITA RECONHECIDA COMO SANTA PELA IGREJA!
Postar um comentário