terça-feira, 9 de novembro de 2010

Inicia-se o Conselho Plenário da Província


Em variadas e criativas cores a primavera definitivamente explodiu nos trópicos. Mas ela é exuberante em São Roque. Aqui começamos hoje nosso Conselho Plenário, o último do triênio. Quando celebramos a Missa, às 18 horas, presidida por Fr. Deneval, superior do Convento de Brasília, cuja patrona o Carmelo celebra hoje, o calor, alimentado por um forte sol que brilhou durante todo o dia, começava a amainar-se. E contemplando o arrebol não dava pra não sentir-se nostálgicos de Deus. O tempo refrescou mesmo, quando iniciamos nosso primeiro encontro, às 20 horas, após o jantar. No início dos nossos trabalhos, caiu uma forte chuva, acompanhada de trovões, mas que logo passou, deixando no ar um aliviante frescor. Sol, chuva, calor e refrigério, tempestade e calmaria... um retrato da nossa vida que queremos partilhar neste Conselho. Para isso nos reunimos.
A Província está representada por 17 frades. À noite, depois de invocarmos Aquele a quem devemos deixar falar, porque é Ele quem nos maestra sobre a verdade das coisas, organizamos o dia de amanhã: leitura pessoal de um texto que nos será proposto, e depois partilha em grupos. À tarde, as comunidades começarão a apresentar seus relatórios e relatos...
Unida a nós a Província inteira, certamente, especialmente nossos irmãos em missões distantes, nos conventos de Handel, do Egito e de Roma. Aliás, da cidade eterna chegou a fr. Alzinir a seguinte mensagem, com a qual concluimos esta postagem:

Caro Frei Alzinir,

Estamos em comunhão com você e com os outros nossos irmãos da Província São José na celebração do Conselho Plenário, já em preparação do nosso Capítulo Provincial no início do próximo ano. Pedimos ao Espírito que derrame todos os seus dons sobre todos os participantes e Ele esteja fortemente presente em todos, a fim de que o que for refletido, planejado, dialogado, rezado e decidido seja para a maior glória de Deus, o bem da Igreja; e sirva para uma maior fidelidade ao carisma que recebemos de Teresa e por cuja vitalidade e significação no Brasil somos responsáveis. E que a Virgem, nossa Mãe e intercessora, seja também a inspiradora do caminho que nos leva à união com Cristo e com a humanidade.Unidos na oração, enviamos um abraço bem fraterno a todos. Frei Pierino, Edinaldo, Fabiano e Fábio.
Postar um comentário