quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Emissão das promessas dos primeiros cinco membros do Carmelo Ecumênico e Inter-religioso na Finlândia


Helsinki, Finlândia (14-09-2010).- Louma Outi Leena Saikkonen, Eero Voutilainen, Mauri Nieminen Pia e Nieminen são os nomes dos cinco primeiros membros do Carmelo local Ecumênico na Finlândia, em 18 de agosto passado emitiram o suas promessas.
A cerimónia teve lugar na ilha de Vartiosaari, na cidade de Helsinque, durante uma missa presidida pelo pastor da Igreja Luterana, e concelebrada pelo pároco da Igreja Anglicana da Finlândia. Também esteve presente o Frei Francisco Brändle, Carmelita Descalço, em nome da Ordem a que está associado Carmelo Ecumênico.
Frei  Francisco Brändle, foi o encarregado de fazer a homilia, após a proclamação da Palavra, e de acolher o gesto de resposta da chamada dos candidatos. Após a invocação do Espírito Santo e um momento de silêncio, os cinco novos membros fizeram suas promessas.
"Estamos testemunhando um movimento que abriu novos caminhos na reunião entre as igrejas. A espiritualidade do Carmelo começou a quebrar o gelo que havia bloqueado a comunhão entre os seguidores de Cristo, abriu de novo a esperança da unidade dos cristãos na verdadeira igreja de Cristo. "Disse o Frei Brändle.
No final da Eucaristia, os novos membros receberam as Constituições da "Ecumênico Carmelo, visivelmente animados congratularam-se com os parabéns a todos.

Carmelo Ecumênico: "sementes da unidade da família do Carmelo Teresiano"

Carmelo Ecumênico nasceu em La Cavada, Cantábria, Espanha, em Junho de 1996 como uma pequena semente de união da família do Carmelo “Teresiano sanjuanista". Esta é uma nova forma de Ecumenismo e Diálogo Inter-religioso, através da oração, com pessoas de outras denominações cristãs e outras religiões.
Reconhecido e aprovado pela Ordem dos Carmelitas Descalços, em maio de 2004, surgiu na Igreja Luterana da Finlândia, em julho de 2003, das mãos de Hannele Kivinen de Fau, já membro do Carmelo e ecumênico, com a ideia de criara um Carmelo Ecumênico monástico.
A solidão da ilha de Vartiosaari torna-se um espaço de encontro com Deus, da leitura e de ensino dos grandes mestres do Carmelo: Teresa de Jesus e Juan de a Cruz.
Postar um comentário