quarta-feira, 7 de outubro de 2009

3º DIA - NOVENA DE SANTA TERESA DE JESUS


3° Dia: Amor Silencioso
O amor exige silêncio e solidão, pois, não é possível ouvir a voz do Senhor no barulho; silenciar as coisas é difícil, silenciar a si mesmo é ainda mais difícil, porém, não é impossível, basta ter uma determinada determinação. A oração constitui uma atitude de docilidade, feita de silêncio amoroso na qual o coração de Deus e do homem fundem-se realizando uma união misteriosa, por mais que estejamos sempre em oração, faz-se necessário um momento para se unir ao Amado, pois, quanto maior o amor, maior será a fidelidade ao encontro com quem se ama. Teresa de Jesus, com sua experiência, nos ensina em que consiste a oração e como se deve permanecer tranqüilos diante das dificuldades que se encontra no percurso em direção ao Amado.
“Só quero que estejais cientes disto: para ter benefício neste caminho e subir às moradas que desejamos, o importante não é pensar muito, mas amar muito. E, assim, deveis fazer o que mais vos despertar o amor. É possível que não saibamos o que é amar; isso não me espantaria muito, porque o amor não está no maior gosto, mas na maior determinação de desejar contentar a Deus, em procurar, na medida do possível, não ofendê-Lo e em pedir-Lhe o aumento contínuo da honra e glória de Seu Filho, bem como a prosperidade da Igreja Católica. São esses os sinais do amor, e não penseis que a oração consista em fixar o pensamento num só ponto, nem que tudo estará perdido se vos distrairdes um pouco”. (4 M 1,7)

Pai Nosso..., Ave Maria..., Glória ao Pai...
Rogai por nós Santa Madre Teresa de Jesus.
Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oração: Ó Deus, que pelo Espírito Santo fizestes surgir santa Teresa, para recordar à Igreja o caminho da perfeição, dai-nos encontrar sempre alimento em sua doutrina celeste e sentir em nós o desejo da verdadeira santidade. Por nosso Senhor Jesus Cristo vosso Filho na unidade do Espírito Santo. Amém
Postar um comentário