sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Et Verbum - São João da Cruz, Kelly Patrícia

Flor del Carmelo (Canción a la Virgen del Carmen)

O Carmelo - Escapulario de Nª Senhora do Carmo

SANTO SUDÁRIO SERÁ EXPOSTO EM 2010








Turim, 19 out (RV) - Realiza-se de 10 de abril a 23 de maio de 2010, em Turim, na Itália, a exposição do Santo Sudário.

Para tal ocasião a Edição OCD da Ordem dos Carmelitas Descalços publicará o livro "Procuro o teu rosto" a fim de preparar os peregrinos que irão venerar o Santo Sudário que, segundo a tradição, cobriu o corpo de Cristo.

O livro propõe textos litúrgicos sobre a história da veneração do Santo Sudário, uma guia para auxiliar os fiéis na vivência do Sacramento da Reconciliação, no Terço meditado, na Via Sacra, além de indicações e textos para a reflexão e oração pessoal.

Além disso, a Edição OCD publicará em 2010 uma série de livros sobre espiritualidade a fim de que os fiéis possam viver bem este evento. (MJ)

Jesus quer Papa em Ávila


Carta do Bispo de Ávila (15 de outubro de 2009)

" Nesta festa de Santa Teresa, quero convidar todas as instituições, administrações públicas, empresas e em geral todo o povo de Ávila a participar ativamente à preparação dos atos comemorativos do Vº Centenário de Teresa de Jesus que ocorrerão entre 2014 e 2015. A este fim é previsto o convite à Santa Sé de um Ano Jubilar para as referidas datas. Trata-se de um tempo no qual a Igreja Católica concede particulares graças espirituais aos fiéis pelo motivo do aniversário de nascimento da Doutora da Igreja. Diante de tais circunstâncias ouso exprimir o meu mais profundo desejo que Sua Santidade o Papa Bento XVI possa realizar uma visita a Ávila durante o Centenário, como já o fez o seu predecessor João Paulo II em 1982 por ocasião do encerramento do centenário da morte da Santa. Consciente da dificuldade que um semelhante desejo comporta, será feito o convite formal para solicitar a inestimável graça da presença entre nós de Sua Santidade.
Convido a todos vós a unir-vos a este tempo de preparação, do qual sereis amplamente informados, e no qual estão empenhados a Cúria Diocesana de Ávila e a Ordem dos Carmelitas Descalços.

Papa propõe Santa Teresa como modelo



O Papa Bento XVI apresentou Santa Teresa como modelo para "os jovens, os doentes e novos esposos" no decorrer da audiência pública ocorrida no dia 14 de outubro, vigília da festa da primeira mulher proclamada Doutora da Igreja. "O meu pensamento vai enfim para os jovens, os doentes e os novos esposos. Caríssimos, celebraremos amanhã a festa de Santa Teresa de Ávila, Doutora da Igreja. Esta grande Santa testemunha a vós, caros jovens, que o amor autêntico não pode ser destacado da verdade; ajude a vós, caros doentes, a compreender que a cruz de Cristo é mistério de amor que redime o sofrimento humano. Para vós, caros esposos, seja modelo de fidelidade a Deus, que confia a cada um uma especial missão".

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

15 DE OUTUBRO - SOLENIDADE DE SANTA MADRE TERESA DE JESUS




SANTA MADRE TERESA DE JESUS!
TU TE PUSESTE TOTALMENTE AO SERVIÇO DO AMOR:
ENSINA-NOS A CAMINHAR COM DETERMINADA DETERMINAÇÃO E FIDELIDADE
O CAMINHO DA ORAÇÃO INTERIOR
COM A ATENÇÃO POSTA NO SENHOR DEUS TRINDADE
SEMPRE PRESENTE NO MAIS INTIMO DE NOSSO SER.

FORTALECE NOSSOS FUNDAMENTOS
DE VERDADEIRA HUMILDADE,
DE RENOVADO DESPRENDIMENTO,
DE AMOR FRATERNO INCONDICIONAL,
NA ESCOLA DE MARIA NOSSA MÃE.

COMUNICA-NOS TEU ARDENTE AMOR APOSTÓLICO À IGREJA.
QUE JESUS SEJA NOSSA ALEGRIA,
NOSSA ESPERANÇA E NOSSO DINAMISMO
FONTE INESGOTÁVEL DA MAIS PROFUNDA INTIMIDADE.

ABENÇÕE NOSSA GRANDE FAMÍLIA CARMELITANA,
ENSINA-NOS A REZAR DE TODO O CORAÇÃO CONTIGO:
"VOSSA SOU, SENHOR, PARA VÓS NASCI,
QUE MANDAIS FAZER DE MIM?"

AMÉM

terça-feira, 13 de outubro de 2009

9ºDIA - NOVENA DE SANTA MADRE TERESA DE JESUS


9° DIA: A HUMILDADE PROFUNDA

Quão vasto é o papel da humildade! Ela liberta de tantas mesquinharias e inúteis preocupações. Quantas almas se perturbam no exercício de suas ocupações por falta de humildade! Contentemo-nos, pois, uma vez por todas, com o que somos! "A humildade é a verdade", diz Santa Teresa. A humildade deve enfrentar combates, Teresa sabe que as preeminências e os pontos de honra encontram também acesso junto das religiosas. Não somente entre as monjas! A Santa recorda que mesmo os sábios têm seus graus de precedência, segundo sua erudição. Teresa ensina também às suas filhas reagirem com todas as suas forças contra as tentações do orgulho. É preciso, pois, convencer-se disto: o Carmelo é uma escola de ascetismo. Nele se exige da alma a prática das mais altas virtudes!

"Se vos quereis vingar do demônio e vos livrar mais prontamente da tentação, deveis não somente avançar interiormente na humildade... mas, por vossos atos exteriores, fazer de modo que vossa tentação reverta em proveito das irmãs. Assim, quando esta vos assaltar, pedi à priora que vos mande fazer algum ofício baixo, qualquer ato de humildade... estudai a maneira de dobrar vossa vontade nas coisas que vos contrariam, e que o Senhor vos descobrirá; deste modo, a tentação durará pouco". (Caminho de Perfeição 36, 7)

Pai Nosso..., Ave Maria..., Glória ao Pai...
Santa Teresa de Jesus. Rogai por nós.

Oração: Ó Deus, que pelo Espírito Santo fizestes surgir santa Teresa, para recordar à Igreja o caminho da perfeição, dai-nos encontrar sempre alimento em sua doutrina celeste e sentir em nós o desejo da verdadeira santidade. Por nosso Senhor Jesus Cristo vosso Filho na unidade do Espírito Santo. Amém

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

8º DIA - NOVENA DE SANTA MADRE TERESA DE JESUS


8° DIA: ANDAR COM ALEGRIA
Santa Teresa de Jesus tinha muitas virtudes e, entre elas, destacava a alegria e o bom humor. Uma santa dotada de verdadeiras graças naturais como a jovialidade, a espontaneidade, a cordialidade, a afabilidade e a sensatez. A vida de oração deve estar intimamente ligada à alegria, pois, para a Santa tanto a oração quanto a recreação tem sua importância. A alegria teresiana não é apenas uma emoção, mas fundamentalmente é um estado. É a capacidade de entender e viver a vida na plenitude de nossa humanidade, encontrando alegrias nos problema da vida.

“Andai alegres, servindo no que vos é mandado, como eu disse, e se vossa humildade for verdadeira, felizes de vós que servis na vida ativa, pois não murmurareis senão de vós mesmas. Deixai as outras com sua guerra, que não é pequena; porque, embora nas batalhas o alferes não peleje, nem por isso deixa de correr grande perigo e, no seu íntimo, deve lutar mais do que todos, já que, portando o estandarte, não se pode defender e, mesmo que o façam em pedaços, não pode soltá-lo.
Assim, os contemplativos devem levar erguida a bandeira da humildade e sofrer todos os golpes sem dar nenhum; porque o seu ofício é padecer como Cristo, levantar bem alto a cruz, não a deixar sair das mãos por mais perigos em que se vejam; não devem eles dar mostras de fraqueza no sofrimento, pois para suportá-lo receberam esse honroso ofício. Eles devem ver o que fazem, porque, se largam a bandeira, perdida está a batalha. Logo, creio ser muito prejudicial para os que não estão tão adiantados o ver que, naqueles por eles já considerados capitães e amigos de Deus, as obras não correspondem ao ofício de que se desincumbem.” (Caminho de Perfeição 18,5)

A Alegria:
Hás de procurá-la com liberdade, singeleza e espontaneidade.
A alegria carece de luxo e pose.
É descansada, serena, humilde e agradecida.
Não é invejosa e se fixa sempre no bem.
É austera, obediente, serviçal e sofrida!
Regozija-se e satisfaz-se com o bem do outro,
Nasce do interior do coração.
A alegria é criativa, imaginativa e não conhece o medo.
É mais forte que a morte, como o Amor,
A alegria é plenitude, satisfação de quem tem a Deus,
Porque “Só Deus Basta”.
(Eusebio Gómez Navarro)

Pai Nosso..., Ave Maria..., Glória ao Pai...
Rogai por nós Santa Madre Teresa de Jesus.
Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oração: Ó Deus, que pelo Espírito Santo fizestes surgir santa Teresa, para recordar à Igreja o caminho da perfeição, dai-nos encontrar sempre alimento em sua doutrina celeste e sentir em nós o desejo da verdadeira santidade. Por nosso Senhor Jesus Cristo vosso Filho na unidade do Espírito Santo. Amém

domingo, 11 de outubro de 2009

7º DIA-NOVENA DE SANTA MADRE TERESA DE JESUS


7° DIA: O MISTÉRIO DO SOFRIMENTO
O sofrimento é parte misteriosa e inevitável da vida, ele nos atinge a partir de fora e a partir de dentro, do profundo do nosso interior. Nós sofremos por causa da doença, fadiga, distúrbios emocionais, preocupações, ansiedades, incompreensões, etc. Muitas vezes diante desses sofrimentos cotidianos nos perguntamos: Será que os Santos passaram por esses sofrimentos? Quando lemos Santa Teresa descobrimos uma vida de enorme sofrimento, quando ela nos fala sobre a oração nos fala da sua experiência, da dor e temor, que a perturbava nos momentos de oração, porém, a santa lutava contra seus próprios pensamentos com a finalidade de se concentrar.
Em nossa vida de oração encontramos as mesmas dificuldades, que são causas de sofrimento, porém, que nos ajudam a tomar consciência de nossa humanidade. Peçamos a Santa Teresa neste dia, que ela interceda por nós junto a Deus, para que, possamos ser capazes de humildemente caminharmos nesta jornada ao encontro do Amado, suportando todas as dificuldades e pedras que possa haver no caminho.


"Ó Senhor do mundo, verdadeiro Esposo meu... tão necessitado estais. Senhor meu e Bem meu, que quereis admitir uma pobre companhia como a minha? Estarei vendo em Vosso semblante que Vos consolastes comigo? Pois como. Senhor, é possível que os anjos Vos deixem só e que nem mesmo Vos console o Vosso Pai? Se assim é, Senhor, que tudo isso quereis passar por mim, o que é isto que eu passo por Vós. De que me queixo? Já estou envergonhada de Vos ter visto assim e desejo, Senhor, passar por todas as provações que me acometerem e tê-las como grande bem para Vos imitar em algo. Marchemos juntos, Senhor; por onde fordes, terei de ir; por onde passardes, terei de passar" (Caminho de Perfeição 26,6).


Pai Nosso..., Ave Maria..., Glória ao Pai...
Rogai por nós Santa Madre Teresa de Jesus.
Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oração: Ó Deus, que pelo Espírito Santo fizestes surgir santa Teresa, para recordar à Igreja o caminho da perfeição, dai-nos encontrar sempre alimento em sua doutrina celeste e sentir em nós o desejo da verdadeira santidade. Por nosso Senhor Jesus Cristo vosso Filho na unidade do Espírito Santo. Amém

sábado, 10 de outubro de 2009

6º DIA - NOVENA DE SANTA MADRE TERESA DE JESUS

6° Dia: Nas Mãos de Deus

Deixemos que a Santa nos fale através desta poesia. Pois, através dela podemos entrar na intimidade com Deus, a poesia é uma forma que a alma encontra para poder expressar-se ao seu Amado, ela fala das verdades que muitas vezes não se consegue expressar claramente, o bonito da poesia é o abrir-se às possibilidades de diversas interpretações, adequando-se ao estado em que a alma se encontra.
Rezemos com está poesia que é uma oração:





Entregar-se todo enfim, que possamos entregar a nossa vida (a nossa história) ao Senhor, assim, como Santa Teresa fez. Sem reservas doar a nossa vida ao Amado. O que queres Senhor fazer de mim?
Coloquemos a nossa vida nas mãos do Senhor.
Pai Nosso..., Ave Maria..., Glória ao Pai...
Rogai por nós Santa Madre Teresa de Jesus.
Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oração: Ó Deus, que pelo Espírito Santo fizestes surgir santa Teresa, para recordar à Igreja o caminho da perfeição, dai-nos encontrar sempre alimento em sua doutrina celeste e sentir em nós o desejo da verdadeira santidade. Por nosso Senhor Jesus Cristo vosso Filho na unidade do Espírito Santo. Amém

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

5º DIA - NOVENA DE SANTA MADRE TERESA DE JESUS


5° DIA: A ALMA, JARDIM E HORTA DE DEUS
Santa Teresa não menciona um método ordinário para se fazer oração, porém, não deixa de assinalar comparações práticas e conhecidas para atrair e dar santa ocupação a imaginação e a memória que se tornam magníficas cooperadoras na oração. A Santa utiliza-se muito da comparação do paraíso, do jardim e da horta para ensinar o caminho da oração; a alma se olha como horta de Deus e jardim das delícias de Deus; nesta dinâmica a alma concentra-se em Deus, que está a cuidar da horta, enchendo-a de flores e de frutos, para que possa passear gozoso neste amoroso jardim. Deus é o jardineiro e se alegra em cuidar do seu jardim e alegra a alma que se converte em paraíso.
A alma que tem fome e sede de oração sente alegria e gozo ao reconhecer que Deus cuida dela intimamente e a embelezará até que se converta em paraíso, em união de amor com o Amado; esse processo é possível porque Deus passeia deleitosamente na alma por meio da oração. A alma alegra-se ao entender que o Amado está consigo na solidão, olhando suas virtudes e seus desejos de encontrá-lo dentro de si, este é o verdadeiro céu da alma na terra.

“Quem principia deve ter especial cuidado, como quem fosse plantar um jardim, para deleite do Senhor, em terra muito improdutiva, com muitas ervas daninhas. Sua Majestade arranca as ervas daninhas e planta as boas. Façamos de conta que isso já começou quando uma alma dedica-se à oração e começa a se exercitar nela. Com a ajuda de Deus, temos de procurar, como bons jardineiros, que essas plantas cresçam, tendo o cuidado de regá-las para que não se percam e venham a dar flores, cujo perfume agradável delicie esse nosso Senhor, para que Ele venha a se deleitar muitas vezes em nosso jardim e a gozar entre essas virtudes.” (Vida 11,6)

Pai Nosso..., Ave Maria..., Glória ao Pai...
Rogai por nós Santa Madre Teresa de Jesus.
Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oração: Ó Deus, que pelo Espírito Santo fizestes surgir santa Teresa, para recordar à Igreja o caminho da perfeição, dai-nos encontrar sempre alimento em sua doutrina celeste e sentir em nós o desejo da verdadeira santidade. Por nosso Senhor Jesus Cristo vosso Filho na unidade do Espírito Santo. Amém

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

4º DIA - NOVENA DE SANTA MADRE TERESA DE JESUS

4° Dia- Oração, trato de amizade.
Muita gente afirma que não sabe rezar e quer aprender; Santa Teresa é mestra da vida de oração ela nos ensina a rezar com a vida através do contato com nosso Senhor, e ensinou este modo próprio de rezar às comunidades carmelitanas. A sua novidade está em reconhecer que o próprio Deus habita em nós, mora dentro de nós e quer que passemos a vida em sua companhia. Quando por fora ficamos preocupados com riquezas, luxos, prazeres e discórdias lá dentro, Deus fica esquecido. O homem, feito a imagem e semelhança de Deus é muito belo e grande, por isso, Teresa o compara a um castelo feito de um só cristal; no centro está o sol, que é Deus, este faz com que o cristal se torne resplandecente, refletindo sua luz, rezar com Teresa é estar com Deus numa presença amorosa e trazê-lo para a vida e deixar o cristal resplandecer pelo sol. Esta descoberta por um Deus tão próximo leva Teresa a travar uma vida de amizade com o Amado, devemos estar na presença de Deus como estamos na presença de um amigo na qual desejamos estar com ele e falarmos das nossas intimidades.
Você já pensou em se encontrar com esse Deus em seu íntimo e em manter com ele um relacionamento de amizade?






Pai Nosso..., Ave Maria..., Glória ao Pai...
Oração: Ó Deus, que concedestes a Santa Teresa o dom da sabedoria e a fizestes Mestra da vida interior para o vosso povo, ensina-nos também a rezar e concedei-nos a grande graça de vos encontrar em nós. Por nosso Senhor Jesus Cristo vosso Filho na unidade do Espírito Santo. Amém
Rogai por nós Santa Madre Teresa de Jesus.
Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

3º DIA - NOVENA DE SANTA TERESA DE JESUS


3° Dia: Amor Silencioso
O amor exige silêncio e solidão, pois, não é possível ouvir a voz do Senhor no barulho; silenciar as coisas é difícil, silenciar a si mesmo é ainda mais difícil, porém, não é impossível, basta ter uma determinada determinação. A oração constitui uma atitude de docilidade, feita de silêncio amoroso na qual o coração de Deus e do homem fundem-se realizando uma união misteriosa, por mais que estejamos sempre em oração, faz-se necessário um momento para se unir ao Amado, pois, quanto maior o amor, maior será a fidelidade ao encontro com quem se ama. Teresa de Jesus, com sua experiência, nos ensina em que consiste a oração e como se deve permanecer tranqüilos diante das dificuldades que se encontra no percurso em direção ao Amado.
“Só quero que estejais cientes disto: para ter benefício neste caminho e subir às moradas que desejamos, o importante não é pensar muito, mas amar muito. E, assim, deveis fazer o que mais vos despertar o amor. É possível que não saibamos o que é amar; isso não me espantaria muito, porque o amor não está no maior gosto, mas na maior determinação de desejar contentar a Deus, em procurar, na medida do possível, não ofendê-Lo e em pedir-Lhe o aumento contínuo da honra e glória de Seu Filho, bem como a prosperidade da Igreja Católica. São esses os sinais do amor, e não penseis que a oração consista em fixar o pensamento num só ponto, nem que tudo estará perdido se vos distrairdes um pouco”. (4 M 1,7)

Pai Nosso..., Ave Maria..., Glória ao Pai...
Rogai por nós Santa Madre Teresa de Jesus.
Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oração: Ó Deus, que pelo Espírito Santo fizestes surgir santa Teresa, para recordar à Igreja o caminho da perfeição, dai-nos encontrar sempre alimento em sua doutrina celeste e sentir em nós o desejo da verdadeira santidade. Por nosso Senhor Jesus Cristo vosso Filho na unidade do Espírito Santo. Amém

Teresinha do Menino Jesus: Padroeira das Missões




No dia 14 de dezembro de 1927, o Papa Pio XI proclamou "Santa Teresa do Menino Jesus padroeira principal de todos os missionários, homens e mulheres, e de todas as missões existentes em toda a terra, com São Francisco Xavier e com todos os direitos e privilégios que convêm a este título".


Teresinha nada realizou que merecesse aplausos do mundo, mas Deus convidou-a a encontrá-lo nas coisas mais insignificantes. Deu-lhe a missão de nos lembrar o valor dos "pequenos nadas" da vida. Aquelas coisas que nos passam tão despercebidas que não somos capazes de ver Deus nelas, como na experiência de Elias da “bisa suave” (1 Rs 12).
Nada há de extraordinário na vida dessa monja carmelita descalça. O que há de especial em Teresinha é a simplicidade e a profundidade com que procurou corresponder ao amor e à misericórdia de Deus.
Mesmo sem deixar o seu Carmelo para ir evangelizar em terras distantes, seu desejo de ser missionária era tão intenso que chega a confessar que não desejava sê-lo somente durante alguns anos, mas desde a criação até a consumação dos séculos. Além do mais afirma que uma só missão não lhe bastaria. Seu interesse pela ação missionária da Igreja manifesta-se na correspondência que manteve com dois missionários, a quem manifestava seus ideais de partir em missão.
O ardor missionário de Teresinha se manifesta no seu zelo em salvar almas, isto é, conduzir as pessoas a Deus. Sua missão é fazer Deus amado, adorado, por seu amor, por sua bondade. No Carmelo compreende que sua missão era "fazer amado o Rei do céu, submeter-lhe o reino dos corações..."
Teresinha ajuda-nos a refletir que missão não é somente sair pelo mundo a levar o Evangelho, mas que podemos sê-lo por meio da oração, dos sacrifícios diários e pelo profundo desejo de que Jesus seja conhecido e amado.
Como nos orienta a Igreja: A oração é o sustento da ação missionária. Sendo assim, a eficácia da evangelização depende da união com Deus. O trabalho de um apóstolo será mais eficaz se ele for um contemplativo. Um contemplativo será tanto mais autêntico quanto mais apostólica for sua intenção. Desta maneira, nem a ação missionária se torna ativismo e nem a vida contemplativa intimismo.

Que Santa Teresinha interceda por toda a ação missionária da Igreja. Amém.



Em uma carta do dia 15 de agosto de 1892, dirigida à sua irmã Celina Teresinha nos dá a entender a importância do apostolado por meio da oração.


“Há pouco veio-me um pensamento que tenho necessidade de contar à minha Celina. Certo dia em que pensava o que poderia fazer para salvar as almas, uma passagem do Evangelho mostrou-me uma viva luz. Outrora Jesus dizia a seus discípulos mostrando-lhes os campos de trigo maduro: ‘Levantai os olhos e vede como os campos estão já brancos para a colheita’ (Jo 4,35b), e um pouco mais tarde: ‘Em verdade a messe é grande, mas o número de operários é pequeno; pedi, pois, ao dono da messe que envie operários’ (Lc 10,2). Que mistério!... Jesus não é todo-poderoso? Por que Jesus diz então: ‘Pedi ao dono da messe que envie operários’? Por quê? Ah! É que Jesus tem por nós um amor tão incompreensível que Ele quer que tomemos parte com Ele na salvação das almas. Nada quer fazer sem nós. O Criador do universo espera a prece duma pequena alma para salvar as outras almas resgatadas com ela ao preço de todo Seu sangue. Nossa vocação não é a de ir ceifar os campos dos trigais maduros. Jesus não nos diz: ‘Abaixai os olhos, olhai os campos e ide lá ceifar’. Nossa missão é ainda mais sublime. Eis as palavras de nosso Jesus: ‘Levantai os olhos e vede’. Vede como em meu céu há lugares vazios, cabe a vós enchê-los, vós sois meus Moisés orando sobre a montanha, pedi-me operários e eu enviarei, espero apenas prece, um suspiro de vosso coração!...
O apostolado por meio da oração não é por assim dizer mais elevado do que o da palavra? Nossa missão como Carmelitas é formar operários evangélicos que salvarão milhares de almas das quais nós seremos as mães... Celina, se estas não fossem as mesmas palavras do próprio Jesus, quem ousaria acreditar?... Acho que nossa parte é muito bela, que temos nós de invejar os padres?...”.

2º Dia - Novena de Santa Teresa de Jesus


2° Dia: Oração, um buquê de flores.
A oração não pode ser um trabalho cansativo e nem um esforço artificial de concentração, mas deve naturalmente brotar do coração como uma flor que desabrocha lentamente ao calor dos raios de sol. Santa Teresa desenvolve sua oração nesta intimidade de relacionamento com o Amado, é através da oração que a alma entra em contato com Deus e ao mesmo tempo Deus entra em contato com a alma, comunicando-lhe as graças de sua misericórdia. Neste processo percebe-se que a oração é o principio de uma aventura pela busca de Deus que não se sacia até o encontro supremo; caminho para a água viva da contemplação, esse encontro com Deus pela oração é um processo gradual de graça interior interpenetrada pela entrega total.

Atenção: (Anexar a imagem com a poesia antes do pai nosso ).

Pai Nosso..., Ave Maria..., Glória ao Pai...
Rogai por nós Santa Teresa de Jesus.
Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.


Oração: Ó Deus, que pelo Espírito Santo fizestes surgir santa Teresa, para recordar à Igreja o caminho da perfeição, dai-nos encontrar sempre alimento em sua doutrina celeste e sentir em nós o desejo da verdadeira santidade. Por nosso Senhor Jesus Cristo vosso Filho na unidade do Espírito Santo. Amém

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Teresinha do Menino Jesus: Padroeira das Missões




No dia 14 de dezembro de 1927, o Papa Pio XI proclamou "Santa Teresa do Menino Jesus padroeira principal de todos os missionários, homens e mulheres, e de todas as missões existentes em toda a terra, com São Francisco Xavier e com todos os direitos e privilégios que convêm a este título".


Teresinha nada realizou que merecesse aplausos do mundo, mas Deus convidou-a a encontrá-lo nas coisas mais insignificantes. Deu-lhe a missão de nos lembrar o valor dos "pequenos nadas" da vida. Aquelas coisas que nos passam tão despercebidas que não somos capazes de ver Deus nelas, como na experiência de Elias da “bisa suave” (1 Rs 12).
Nada há de extraordinário na vida dessa monja carmelita descalça. O que há de especial em Teresinha é a simplicidade e a profundidade com que procurou corresponder ao amor e à misericórdia de Deus.
Mesmo sem deixar o seu Carmelo para ir evangelizar em terras distantes, seu desejo de ser missionária era tão intenso que chega a confessar que não desejava sê-lo somente durante alguns anos, mas desde a criação até a consumação dos séculos. Além do mais afirma que uma só missão não lhe bastaria. Seu interesse pela ação missionária da Igreja manifesta-se na correspondência que manteve com dois missionários, a quem manifestava seus ideais de partir em missão.
O ardor missionário de Teresinha se manifesta no seu zelo em salvar almas, isto é, conduzir as pessoas a Deus. Sua missão é fazer Deus amado, adorado, por seu amor, por sua bondade. No Carmelo compreende que sua missão era "fazer amado o Rei do céu, submeter-lhe o reino dos corações..."
Teresinha ajuda-nos a refletir que missão não é somente sair pelo mundo a levar o Evangelho, mas que podemos sê-lo por meio da oração, dos sacrifícios diários e pelo profundo desejo de que Jesus seja conhecido e amado.
Como nos orienta a Igreja: A oração é o sustento da ação missionária. Sendo assim, a eficácia da evangelização depende da união com Deus. O trabalho de um apóstolo será mais eficaz se ele for um contemplativo. Um contemplativo será tanto mais autêntico quanto mais apostólica for sua intenção. Desta maneira, nem a ação missionária se torna ativismo e nem a vida contemplativa intimismo.

Que Santa Teresinha interceda por toda a ação missionária da Igreja. Amém.



Em uma carta do dia 15 de agosto de 1892, dirigida à sua irmã Celina Teresinha nos dá a entender a importância do apostolado por meio da oração.


Por Frei Ronan, OCD

NOVENA DE SANTA MADRE TERESA DE JESUS - por Frei Orlando, OCD



1° DIA: Começar com determinação.

A vida não é somente uma aventura terrestre, mas, também uma aventura espiritual, é certamente uma busca, por isso Santa Teresa de Jesus nos exorta a começar com determinação, devemos ousadamente aspirar ao sublime, “pois muitos ficam ao pé da montanha, sendo que poderiam subir até o topo”. Começar bem exige esforço, inicialmente com dificuldades e resistência, mas com o tempo logo as barreiras serão vencidas pelo entusiasmo da busca pelo Amado. O essencial, como aponta Teresa, é perseverar até o fim da caminhada, com coragem e vigilância para não retroceder, é essa determinação inicial que ajuda a prosseguir. Confiantes na misericórdia de Deus, que nos sustenta nas quedas. Coloquemo-nos a caminho...
“Digo que muito importa, sobretudo, ter uma grande e muito decidida determinação de não parar enquanto não alcançar a meta, surja o que surgir, aconteça o que acontecer, sofra-se o que se sofrer, murmure quem murmurar, mesmo que não se tenha forças para prosseguir, mesmo que se morra no caminho ou não se suportem os padecimentos que nele há, ainda que o mundo venha abaixo.” (Caminho de Perfeição 21,2)
Pai Nosso..., Ave Maria..., Glória ao Pai...
Santa Teresa de Jesus. Rogai por nós.

Oração: Ó Deus, que pelo Espírito Santo fizestes surgir santa Teresa, para recordar à Igreja o caminho da perfeição, dai-nos encontrar sempre alimento em sua doutrina celeste e sentir em nós o desejo da verdadeira santidade. Por nosso Senhor Jesus Cristo vosso Filho na unidade do Espírito Santo. Amém

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

01º de outurbo - Festa de Santa Teresinha do Menino Jesus e da Sagrada Face



E agora...


Chegou ao fim de sua vida. Tentou contar minuciosamente seus 24 anos de existência: uma história simples, demasiadamente simples para os intelectuais. Os teólogos, no início, quando apareceu a História de uma alma,não gostaram muito. Aliás, houve pessoas que proibiram sua leitura aos jovens seminaristas. Achavam que era uma espiritualidade adocicada, própria para mulheres e crianças, que nada tinha a ensinar.
No dia seguinte a sua morte, sexta-feira, 30 de setembro de 1987, ficou exposta no coro do mosteiro. A irmã Genoveva, fotógrafa oficial do Carmelo, não resistiu à tentação de tirar pala última vez uma foto. Desta vez foi fácil, não precisou nem mandar sorrir nem, tomar posições difíceis. Morto não se queixa.
Assim passaram diante do seu corpo, que permaneceu flexível, com um belo sorriso nos lábios, sacerdotes, fiéis, seminaristas. Tocavam-lhe como bênção e rezavam. Ela, já no Céu, rezava por todos e enxugava-lhes as lágrimas.
O enterro foi marcado para segunda-feira, 4 de outubro, às nove horas da manhã.
A cerimônia foi simples poucas pessoas acompanharam-lhe
Sobre sua tumba foi colocada uma pequena cruz com esta inscrição: “Irmã Teresa do Menino Jesus e da Santa Face”.
Sua irmã, Paulina, também carmelita, publicou em 1898 os escritos de Santa Teresinha, intitulados "História de uma alma". No dia 17 de maio de 1925, Teresinha foi canonizada pelo Papa Pio XI. O mesmo Papa a declara Patrona Universal das Missões Católicas em 1927. O Papa João Paulo II a declara Doutora da Igreja em 1997.


Os pais de Santa Teresa do Menino Jesus, Beatos Luis e Zélia Martin:

“O bom Deus me deu um pai e uma mãe mais dignos do céu que da terra”.

A pequenina Teresa Martin



























Teresa aos 8 anos, em 1881




Teresa aos 15 anos, idade em que se pôs a
enfrentar decididamente os obstáculos que se
opunham à sua vocação para o Carmelo.






Teresa Noviça, em 1889





Na lavagem das roupas.
Teresa está ajoelhada em primeiro plano,
no centro, usando um véu preto




Teresa em 1897, já enfraquecida
pela luta contra a doença, tendo nas mãos
umas estampas do menino Jesus
e da Sagrada Face




Teresa no leito, sob as arcadas do
Claustro do Carmelo de Lisieux,
cerca de um mês antes de falecer




Fotografia tirada momentos depois da morte
de Teresa, em 1º de outubro de 1897.
Segundo a irmã Geneviève, a fotografia
“reproduz fielmente o sorriso celeste
de nossa irmã"




Estátua e Basílica de Santa Teresinha,
em Lisieux, França





Pintura feita por Celina Martin, sua irmã