sexta-feira, 25 de setembro de 2009

5º Dia - Novena de Santa Teresinha do Menino Jesus


A beleza da viagem.
Minha vocação: amar os que anunciam o evangelho

Pode parecer estranho o que diz santa Teresinha. Foi numa viagem que ela descobriu sua vocação carmelitana. Entendeu a finalidade principal da reforma de S. Teresa.
Ela nunca tinha convivido com tantos sacerdotes. Mas com 75 deles na peregrinação, todos os dias tinha possibilidade de encontrar-se com testemunho de amor, mas havia quem deixasse a desejar por suas atitudes, palavras e gestos.
Desde então, toda sua vida, oração sacrifício foram para os sacerdotes. Ela ama todos, com o coração cheio de ternura. E diante de Deus continuo sendo a intercessora incansável de todos os sacerdotes e missionários.
Queria ser amiga, de verdade, de cada sacerdote, para que possam superar sempre as próprias solidões e estar prontos a anunciar o Evangelho, sendo o verdadeiro sal da terra e luz do mundo.

Testemunha ela mesma:

"(...) A experiência que colhi refere-se aos sacerdotes. Por não ter jamais vivido em contato mais próximo com eles, não dispunha de elementos para compreender a finalidade principal da reforma do Carmelo. Encantava-me o rezar pelos pecadores. Mas rezar pelas almas de sacerdotes, que julgava mais límpidas que o cristal, isso me parecia coisa de espantar!...
Oh! na Itália compreendi minha vocação, e não era longe demais para ir buscar tão útil conhecimento...
Pelo espaço de um mês, privei com muitos sacerdotes santos e verifiquei que, se sua sublime dignidade os coloca acima dos anjos, nem por isso deixam de ser humanos, fracos e defectíveis... Se sacerdotes santos, a quem Jesus em seu Evangelho chama 'o sal da terra', mostram por seu procedimento que têm extrema necessidade de orações, o que dizer dos entibiados? Foi Jesus quem declarou ainda: 'Se o sal se tornar sosso, com que recuperará sabor?
Ó minha mãe! como é linda a vocação que tenha por finalidade conservar o sal destinado às almas' Tal é a vocação do Carmelo, dado que o único fim de nossas orações e sacrifícios é o de sermos apóstolas dos apóstolos, orando por eles, enquanto evangelizam as almas com suas palavras e, principalmente, com seus exemplos. Força é que me detenha. Se continuasse a discorrer sobre o assunto, seria para mim um nunca acabar!”(MA 157)

Quando viajava, Teresinha, ia na janela do trem. Seus pensamentos corriam longe:

"Afigurava-me a vida religiosa tal qual ela é em si, com todas as suas sujeições, com seus pequenos sacrifícios, Jeitos na obscuridade. Compreendia como era fácil ensimesmar-se e esquecer a meta sublime de sua vocação. E dizia de mim para comigo: mais tarde, â hora da provação, quando já não puder, prisioneira que for do Carmelo, contemplar sendo uma pontinha do céu estrelado, lembrar-me-ei de tudo quanto estou vendo hoje. Tal pensamento me dará coragem, e facilmente esquecerei meus pobres e mesquinhos interesses, considerando a grandeza e o poder de Deus, a quem quero unicamente amar Não terei a desgraça de apegar-me a ninharias, agora que meu coração pressentiu o que Jesus reserva aos que o amam!" (MA 161)


-Sintamos impelidos e comprometidos a rezar pelos anunciadores do evangelho.

Elevemos nossos clamores ao da vida:

Por todos os sacerdotes, para que encontre em Jesus Cristo refúgio e fortaleza;

Por todos os que anunciam o evangelho;

Por todos os promotores da vida;

Por todos os servidores da mesa do evangelho;

Por todos os que fazem de sua vida um evangelho vivo;

Por todos os clamores pessoais.

Escutai, Senhor, nosso clamor, pela intercessão de Santa Teresinha do Menino Jesus.

Oremos

Oh! Teresinha do Menino Jesus, que no curto espaço de vossa existência fostes um espelho de angelical pureza, de amor forte e do mais generoso abandono na Divina Providência, agora que estais gozando o prêmio de vossas virtudes, volvei um olhar de compaixão sobre nós que confiamos plenamente em vós. Fazei vossas nossas aflições; dizei por nós uma palavra a esta Virgem Imaculada de quem fostes à flor privilegiada a Rainha do Céu que vos sorriu na manhã da vida. Suplicai a ela, tão poderosa sobre o coração de Jesus, nos obter a graça que tanto desejamos neste momento, de acompanhá-la com uma bênção que nos alente durante a vida, nos fortifique na hora da morte, e nos conduza à bem aventurada eternidade.
Assim seja.

Rogai por nós, Santa Teresinha.
Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.
Postar um comentário