quarta-feira, 29 de julho de 2009

29 de Julho - Santa Marta





















Santa era Marta, e não dizem que fosse contemplativa. Logo, que mais desejais do que poder chegar a ser como essa bem-aventurada, que mereceu ter Cristo Nosso Senhor tantas vezes em sua casa, dando-Lhe de comer, servindo-O e comendo com Ele à sua mesa? Se todos ficassem como Madalena, embevecida, não haveria quem desse de comer a esse divino hospede. Pensai, pois, que esta congregação é a casa de Santa Marta, devendo nela haver de tudo; e quem for levada pela vida ativa, não fique murmurando contra as que muito se absorvem na contemplação, pois sabe que, mesmo que elas se calem, o Senhor saí em sua defesa, já que, na maior parte do tempo, ele as faz se descuidarem de si e de tudo.
Recordai-vos de que é necessário ter alguém que faça a comida do Senhor, e considerai-vos felizes por O servirdes como Marta. Vede que a verdadeira humildade reside em nossa disposição de nos contentar com aquilo que o Senhor quiser de nós e em nos considerar sempre indignas de ser tidas por Servas Suas. Se contemplar, ter oração mental, ter oração vocal, curar enfermos, servir nas coisas da casa e trabalhar - mesmo nas tarefas masi humildes - é servir ao Hóspede que vem ter conosco, ficando em nossas companhia, comendo conosco e conosco se recreando, que nos importa servi-Lo mais de uma maneira do que de outra?

Santa Teresa de Jesus
(Caminho de Perfeição 17, 5-6)
Postar um comentário