segunda-feira, 30 de março de 2009

Hosana, Hosana ao Filho de Davi...



A entrada de Jesus em Jerusalém simboliza para nós que, sendo um homem humilde, simples, ele nos ensina a viver e praticar a igualdade, a justiça e a paz. Jerusalém é o centro do poder econômico, político, ideológico e religioso. Jesus entra na cidade não como o tipo de rei que muitos esperavam, mas como o Rei Salvador, que ama até as últimas consequências em obediência ao Pai. Ele nos convida a seguir seus passoa. Pelo sacramento do Batismo nos tornamos cristãos, chamados ou vocacionados a seguir Cristo, e a ser sal da terra e luz do mundo nos dias de hoje.

Claudinei Pereira dos Santos, cjs

terça-feira, 24 de março de 2009

Poesia de São João da Cruz - Romance 7º



A ENCARNAÇÃO

Já que o tempo era chegado
em que fazer-se devia
o resgate da esposa
que em duro jugo servia,
debaixo daquela lei
que Moisés dado lhe havia,
o Pai com amor terno
desta maneira dizia:
- Já vez, filho que tua esposa
à tua imagem feito havia,
e no que a ti se parece
contigo coincidia;
mas é diferente na carne,
que em teu simples ser não havia.
Pois nos amores perfeitos
esta lei se requeria,
que se torne semelhante
o amante a quem queria,
porque a maior semelhança
mais deleite caberia;
o qual, por certo, em tua esposa
grandemente cresceria
se te visse semelhante
na carne que possuia.

Irei buscar minha esposa
e sobre mim tomaria
suas fadigas e dores
em que tanto padecia;
e para que tenha vida,
eu por ela morreria,
e tirando-a das profundas,
a ti a devolveria

25 de março - Solenidade da Anunciação do Senhor



Reconheça o mundo inteiro
ter chegado a salvação:
cessa o jugo do pecado,
aparece a Redenção.

Já se cumpre a profecia:
uma virgem dá à luz;
Gabriel vem a Maria,
anuncia-lhe Jesus.

Do Espírito concebe
a que nele acreditou,
e O que não cabe no mundo
no seu sio se encerrou.

O que o velho Adão manchara
vem lavar o novo Adão;
o que o orgulho destruíra
reconstrói pel Paixão.

Toda a glória seja ao Filho,
que por nós do Pai desceu,
quando à smbra do Paráclito
uma virgem concebeu.

sexta-feira, 20 de março de 2009

19 de Março - Solenidade de São José


O mês de Março é tradicionalmente dedicado ao glorioso São José. Meditemos um pouco sobre a devoção a este grande Patriarca, com a ajuda de Santa Teresa, que era muito devota do Pai putativo de Jesus.
A devoção a São José, é uma devoção muito carmelitana. A nossa Santa Madre, Santa Teresa de Jesus, tinha um grande amor ao Santo Patriarca, exortando a todos a serem devotos de tão grande santo, pois, na sua experiência orante, ele nunca tinha deixado de a atender.
No livro da “Vida”, Santa Teresa escreveu:
«Tomei por advogado e senhor ao glorioso São José e encomendei-me muito a ele. Vi claramente que, tanto desta necessidade como de outras maiores de honra e perda de alma, este Pai e senhor meu me tirou com maior bem do que eu lhe sabia pedir. Não me recordo até agora de lhe ter suplicado coisa que tenha deixado de fazer. É coisa de espantar as grandes mercês que Deus me tem feito por meio deste bem-aventurado Santo, e dos perigos que me tem livrado tanto no corpo como na alma. A outros santos parece ter dado o Senhor graça para socorrerem numa necessidade; deste glorioso santo tenho experiência que socorre em todas. O Senhor nos quer dar a entender que assim como lhe foi sujeito na terra assim no céu faz quanto Lhe pede. […] Quisera eu persuadir a todos a serem devotos do glorioso São José, pela grande experiência que tenho dos bens que alcança de Deus. […] Só peço, por amor de Deus, que faça prova quem não me acreditar e verá por experiência o grande bem que é encomendar-se a este glorioso Patriarca e ter-lhe devoção. Em especial as pessoas de oração sempre lhe haviam de ser afeiçoadas. É que não sei como se pode pensar na Rainha dos Anjos – no tempo em que tanto passou com o Menino Jesus – sem que se dê graças a São José pelo muito que então Os ajudou. Quem não encontrar mestre que lhe ensine a oração, tome a este glorioso Santo por mestre e não errará no caminho» (V 6, 6-8).

Depois desta exortação, de tão grande santa, como não ser devoto de São José?
Nesta Solenidade que a Igreja dedica àquele que foi o pai protector do Filho de Deus, confiemos as nossas intenções ao glorioso São José, com a confiança de sermos atendidos, pois Jesus não deixará de atender o Seu pai adoptivo. Rezemos uns pelos outros para crescermos na amizade fraterna, na oração e sermos fiéis à vocação carmelitana. Rezemos também pelos doentes, pelos que sofrem, pelas nossas intenções particulares e por todas as intenções que são confiadas a cada um de nós.
“Tirados inteiramente os obstáculos e véus, logo a alma, ficando em total desnudez e pobreza de espírito, já simples e pura, transformar-se-ia na simples e pura sabedoria que é o Filho de Deus.”
São João da Cruz – 2S 15,4

“...uma ocasião, estando numa necessidade que não sabia resolver, nem tendo com que pagar aos operários, apareceu-me São José, meu verdadeiro pai e senhor, e deu-me a entender que recursos não me faltariam e que eu devia contratá-los. Eu o fiz, sem dispor de um centavo, e o Senhor, por caminhos que espantavam aos que o viam, me forneceu recursos.”
Santa Teresa de Jesus – V 33.12

Dia 18 de março - Inicio do Aspirantado

No dia 18 de março foi iniciado a etapa formativa para os novos aspirantes à Vida Religiosa Carmelitana. No Convento Nossa Senhora do Carmo, em Caratinga, nove jovens iniciam esta rica expriência na busca da vontade de Deus em suas vidas. Rezemos por eles! Se você é um jovem que deseja encontrar sua vocação na Igreja entre em contato conosco!

quinta-feira, 12 de março de 2009

Noticias de Brasília

Caros irmãos: paz e boa continuidade na caminhada quaresmal!
Estas breves linhas querem dar uma ideia do início da nova casa do Postulantado em Brasília.
(Chácara Colombo Cerqueira,, 460 - Boqueirão - Paranoá- Brasília - DF - próximo ao hotel Jardim do Éden)
Partimos dia 3 de março as 5 da manhã de Belo Horizonte com o carro para a nova casa e um furgão que levou algumas coisas vindas de Anchieta para a casa nova. Estávamos frei Cleber, Normandio e Hudson e eu. (O fr. Deneval chegou dia 7 pela manhã a Brasília.)
Chegamos em Brasília, no Carmelo das Monjas, por volta das 19:00.
As irmãs nos aguardavam com o jantar e partilhamos um pouco com elas. Depois celebramos a Eucaristia.
Nos dias seguintes fazíamos as refeições no Carmelo e durante o dia procuramos ir limpando e ajeitando as coisas para poder entrar; ainda faltava na reforma a parte ele´trica e pintura... aos poucos foi sendo possível entrar.
No sábado na parte da tarde fizemos um pequeno encontro e reflexão sobre o documento de trabalho do Capítulo Geral deste ano com a OCDS de Brasília.
No Sábado dia 7 já dormiram lá o fr,. Cleber e o fr. Normandio. No dia seguinte os dois outros membros se juntaram a eles.
No domingo dia 8 de março concelebramos todos no Carmelo as 8:30 e foram aprentados os frades à comunidade que participa do Carmelo. Neste dia também Chegou de Itapetininga - SP, o postulante Manuel.
Neste mesmo dia às 16 horas, fomos até a residência do sr. Arcebispo , D. João Aviz, juntamente com a m. Priora e ir. Madalena,. Fomos acolhidos muito bem por ele e conversamos por cerca de uma hora. Ficou marcada a inauguração oficial com ele dia 17 de maio, 9 da manhã.
Dia 9 Chegou de Belo Horizonte o Postulante Paulo.
No dia seguinte compramos alguns móveis para a casa e assim sempre com as limpezas e preparações dia 10 de março, por volta das 17:45 celebramos a primeira missa na Casa com a presença de algumas irmãs representando a Comunidade do Carmelo e o Sr. Neuri e d. Beatriz, um casal que muito se empenharam e nos ajudaram em todo este tempo, fr. José Claúdio de Caratinga e o fr. Edinaldo de Piedade de Caratinga - MG, que participaram deste momento importante para nós.
Depois, antes de concluir, fizemos a bênção da casa e uma pequena procissão pelo seu interior e varanda com imagem de s. José cuja novena iniciamos naquele dia.
A seguir um pequeno lanche que nos foi oferecido pelas irmãs do Carmelo e confraternização. Mas faltava chegar o terceiro Postulante, Jadson, que chegou por volta das 21:30 de Recife.
Rezamos as completas e impusemos o escapulário nos Novos Postulantes, dando assim início ao Postulantado de 2009.
Assim, com este início, um pouco tumultuado por não estarem ainda concluídas as obras de reforma e construção das dependências, agradecemos a disponibilidade de nossos frades e postulantes.

Agradecemos aos benfeitores e às monjas pelo apoio e fraternidade (sororidade) demonstrada concretamente nestes dias e a todos os que estão de uma forma ou de outra envolvidos nesta obra.

Que o Bom Deus abençoe e recompense a todos!

PS. O endereço para correspondência, por enquanto pode ser o do Carmelo de Brasília ( SHIS - QL 30 - AE 04 - LAGO SUL - CEP 71.675-205. Tel. (61) 3032-8480)

Mensagem sobre a Quaresma do nosso Provincial, Frei Alzinir

“Buscando meus amores, irei por estes montes e ribeiras;
Não colherei as flores, nem temerei as feras,
E passarei os fortes e fronteiras”.
(S. João da Cruz, Cântico 3)
Paz e Cristo Jesus!

Faço votos que esta os encontre bem ao retomar as atividades depois das férias (para quem as teve). Já tivemos neste ano a alegria da Ordenação sacerdotal de fr. Cleber, dia 1º deste em Praia Grande- SP, onde os religiosos estudantes realizaram um tríduo pastoral após o encontro de Londrina e fomos muito bem acolhidos pela comunidade paroquial e os padres Estigmatinos. Também usufruímos do passeio da Província em Mongaguá, na casa das Irmãs Azuis, a quem agradecemos; nossa gratidão aos Fr. Patrício, Rubens, Pierino e Antonio, pela organização do mesmo.

Agora é necessário ir seguindo o ano com o devido cuidado de planejá-lo e viver os ritmos da oração, eucaristia diária, retiros mensais, reuniões comunitárias, empenhos pastorais, etc.

No próximo dia 25 de fevereiro iniciaremos mais um tempo do Ano litúrgico em preparação às festas pascais. Nele somos convidados a entrar no “deserto” e intensificar a escuta da Palavra, cuja “força cicatrizante ... é um apelo poderoso a uma constante conversão pessoal à escuta e um incentivo para um anúncio corajoso da reconciliação oferecida pelo Pai em Cristo (cf. 2 Cor 5, 20-21)” (Sínodo 2008, prop. 8). Como religiosos, o aprofundamento da vivencia batismal e da consagração religiosa fazem parte do compromisso de viver “a perfeição da caridade” (fórmula da profissão) “ao passo da alma” (S. João da Cruz, C 23, 6). Liturgicamente, estes compromissos que renovaremos na Vigília Pascal, são um convite ao seguimento de Jesus Cristo de forma cada vez mais radical e profunda a cada ano que passa. Por isso, viver este tempo litúrgico de maneira nova e dinâmica, fazendo frente aos desafios do secularismo, comodismo ou outros ídolos pessoais e comunitários, significa ir experimentando a força do Ressuscitado em nossa luta cotidiana de morte ao homem velho para dar lugar ao Homem novo.

Neste caminho de ascese quaresmal, olhando para os ensinamentos da santa Madre Teresa, ela inculca com firmeza e convicção a meta: “viestes para morrer por Cristo, e não para viver ao bel-prazer por Ele” (C 10,5). Para ela a busca das virtudes, particularmente o amor fraterno, o desapego e a humildade e outras virtudes são mais importante do que praticar “penitências excessivas, que, se forem feitas sem discernimento podem prejudicar a saúde” (Caminho 15,3). São João da Cruz, por sua vez, fala-nos sobre a necessidade de “mortificar os apetites, se quiser progredir na virtude”, pois as “penitências extraordinárias” não produzem o efeito desejado, se não se tirar o afeto do apetite desordenado (cf. 1 S 8,1-4). Para ele, o que é mais necessário é o seguimento radical a Cristo, porta e caminho (II S 7).

Já o papa Bento XVI, em sua mensagem para a Quaresma deste ano lembra-nos a prática do jejum. “Nos nossos dias, a prática do jejum parece ter perdido um pouco do seu valor espiritual e ter adquirido antes, numa cultura marcada pela busca da satisfação material, o valor de uma medida terapêutica para a cura do próprio corpo. Jejuar sem dúvida é bom para o bem-estar, mas para os que creem é em primeiro lugar uma «terapia» para curar tudo o que os impede de se conformarem com a vontade de Deus. ... A Quaresma poderia ser uma ocasião oportuna para ... valorizar o significado autêntico e perene desta antiga prática penitencial, que pode ajudar-nos a mortificar o nosso egoísmo e a abrir o coração ao amor de Deus e do próximo, primeiro e máximo mandamento da nova Lei e compêndio de todo o Evangelho (cf. Mt 22, 34-40).”

Nossas Constituições (42-46) e Normas Aplicativas (7, 9, 123...) nos recordam, especialmente nestes tempos fortes do Ano Litúrgico, algumas práticas a serem vividas em nossas comunidades, unidas a celebrações penitenciais. São manifestação em comunidade da abnegação evangélica, sempre necessária e que levam ao fortalecimento interior.

Exorto, pois a cada comunidade para que escolha a forma de praticar gestos penitenciais comunitários e de solidariedade com os mais pobres. Tais gestos devem produzir frutos que redundem em um “gesto concreto”, como nos pede a Igreja no Brasil, a ser oferecido no Domingo de Ramos.

Assim, que este tempo de Quaresma seja vivido de maneira profunda como busca sincera de conversão e de fé no Evangelho e manifestada em atos concretos, de maneira que renove a vida espiritual pessoal e comunitária. Que ajude também a descobrir e a combater os ídolos que nos refreiam na busca de Deus, no amor fraterno e num compromisso mais generoso com o anúncio do Evangelho do Reino e na doação de si, rumo à Páscoa definitiva!

domingo, 8 de março de 2009

domingo, 1 de março de 2009

Capanha da Fraternidade 2009 " A Paz é Fruto da Justiça"




Clique no título e tenha mais informações.

Ordenação Diaconal de Frei Francisco Sales de Jesus, OCD



No dia 28 de fevereiro pelas mãos do Bispo auxiliar de Belo Horizonte, Dom Joaquim Giovani Mol Guimarães, o Frei Francisco Sales de Jesus, conventual em Belo Horizonte, recebeu a Ordem do Diaconato, na Capela do Nossa Senhora do Carmo, Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora. Com o desejo de servir a Deus sempre, Frei Francisco se propôs estar a serviço dos irmãos por amor a Deus. Rezemos por sua perseverança .


Imprensa holandesa noticia a chegada dos nossos missionários

A imprensa local da região onde se encontra Handel, cidade onde nossa Província está iniciando uma presença da Ordem na Holanda, noticiou a chegada dos nossos missionários: fr. João Bonten, fr. João de Deus e fr. Luciano Henrique. Vejam as fotos.






Congresso Europeu das Associações e Federações das Carmelitas da Europa e Terra Santa



Concluindo a primeira reunião de presidentes das Associações e Federações das Carmelitas da Europa e da Terra Santa, no dia 14 de fevereiro foi inaugurado o Centro Internacional Teresiano-Sanjuanista de Ávila. Assim este Centro que nasceu em 1987 para aprofundar o estudo em Santa Teresa e S. João da Cruz, inaugura uma nova sede e se desenvolve para ser o primeiro centro internacional de estudos místicos de nível acadêmico no mundo. Chama-se Universidade da Mística. Trata-se de um desafio cultural que o Carmelo Teresiano assume, consciente do seu excepcional patrimônio religioso no campo da Mística. O Bispo de Ávila, o nosso Padre Geral fr. Luís e vários provinciais da Espanha presidiram à inauguração. O edifício por si mesmo é uma realização significativa de arquitetura, obra do arquiteto Andrés Perea. A primeira pedra foi colocada em 2004. O terreno foi doado pelo município de Ávila e a Ordem investiu muito no projeto. Porém fica a satisfação de oferecer à cultura e à pesquisa mística um serviço carmelitano em conformidade com o nosso carisma. O CITeS de Ávila é uma realização histórica, de esperança aberta. (para ver algumas fotos: http://picasaweb.google.pl/CITeS.Avila/INAGURACINNUEVASEDECITES#)


Frei Luciano Henrique envia notícias de Handel



Nossa Província está fundando uma nova presença.

Fr. Luciano diz que as suas primeiras impressões na nova missão foram muito boas. "Leva-se em consideração, diz, que estava me preparando já há quase um ano. Fui muito bem recebido aqui nos Países Baixos. As belezas naturais de inverno dão a esse lugar um charme especial. Os moinhos também chamam a atenção. Falando da realidade eclesial, é bem diferente da realidade aí no Brasil. Esse imenso país é o mais católico do mundo. Aqui a secularização assola esse pequeno país. Há aqueles que afirmam com veemência que Deus "não tem vez" aqui. Será que é isso mesmo? Será que tudo está perdido? A Igreja Católica tenta caminhar como pode. Os protestantes, pelo que falam, tem tido mais dificuldades para trilhar o caminho. Até outros credos sofrem o impacto da secularização. Isso parece assustar, porém, sem pretenção alguma, para nós cristãos isso não deve ser motivo de desesperança. Estamos aqui! Estamos vivendo aqui, rezando, trabalhando, partilhando aprendendo... estamos juntos com os nossos irmãos. Tentando caminhar com esperança. Tenho sentido a mão de Deus conduzindo tudo. Ele é fiel e nos dá as graças! A Europa, Os Países Baixos de forma especial, como em outras partes do mundo, está cheio de pessoas sedentas do Absoluto e da felicidade que só Deus pode dar. Aqui eles podem ter mais riqueza, no entanto experimentam que de fato estas não satisfazem o coração do homem. A diversidade cultural é grande, mas infinitamente maior é o Deus que nos chamou e escolheu para sermos seus. Seus filhos amados, seus amigos... como dizia nossa Santa Madre Teresa. Vamos seguir caminhado... e esperemos no Senhor".
Chamou particularmente minha atencão, o carinho de todos para conosco. O povo, o bispo, os padres, os religiosos, as religiosas, nossos irmãos da OCDS... enfim, todos tem sido muito acolhedores. Um fato hilário foi a homenagem que fizeram para nós no carnaval aqui em Handel. Toda a região que vivemos( Brabante do norte) é famosa pelo carnaval. Bem diferente do Brasil, mas de muito bom gosto. Pois bem! Uma das equipes fez um carro alegórico nos homenageando. E por incrível que pareça, foi o carro que ganhou o primeiro lugar no concurso. Esse fato foi muito engraçado."