segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Meditar dia e noite a Lei do Senhor

Como cumprir essa ordem na vida secular? Será possível?
A palavra de Deus que é luz da nossa vida é que me impulsiona.
Agradeço a Deus por estar me fazendo Carmelita, digo fazendo, porque dia a dia percorro o caminho que é longo, afinal é um processo nossa história com Deus.
Sou filho de uma família muito católica e desde cedo sempre participei efetivamente da igreja, mas na minha vida como Carmelita, tudo começou a partir da abertura a Deus, por sua palavra que foi me comunicada através da Ana quando ainda minha namorada.
O tempo passou e a OCDS se tornou realidade aqui em Caratinga e eu carmelita. Carmelita para meditar a lei do Senhor, na família, estudo, trabalho, lazer.
Busco com a graça do Pai nesse século ser orante, experimentando na riqueza da liturgia das horas, eucaristia, vida na comunidade, província, a presença de Deus que se deixa encontrar na simplicidade da vida.
Nada de extraordinário, mas quanta mudança Ele já fez em mim, desde que tudo começou.
Minha família cresceu, minha história ficou mais viva. Posso dizer que cruzes não me faltaram: desemprego, doenças, conflitos diversos. Mesmo assim aqui estou eu, um homem feliz que atua no século, no meu trabalho que é ligado diretamente com pessoas a todo tempo (representante comercial). Sendo esposo, amigo e atuante na paróquia que faço parte e na província como membro de uma comunidade e conselheiro provincial.
Em resposta a palavra de Deus, trago conscientemente dentro de mim a presença do Amado a qual me impulsiona a prosseguir e fazer do Carmelo minha vida.
Amo ser Carmelita, já disse até meu sangue é marrom (rsrsrsrs).
“meditar dia e noite a lei do senhor”, reconhecer no cotidiano da vida e deixar acontecer verdadeiramente o que essa Lei do Senhor nos aponta.
Deus me ajude e com o apoio de meus irmãos e irmãs ser cada dia mais Carmelita, pois só assim serei capaz de atender o Seu chamado, imitando nossos pais João da Cruz e Santa Teresa.


José Paulo Scarabelli
José Paulo da Santíssima Trindade-OCDS
(Concelheiro e delegado da OCDS)
Postar um comentário