segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Campanha da Fraternidade 2009


Campanha da Fraternidade 2009 é lançada na ExpoCatólica
Feira recebe autoridades eclesiais e civis para o lançamento oficial da CF
Sob o tema “Segurança Pública”, a Campanha da Fraternidade 2009 teve seu lançamento oficial apresentado nesta quinta-feira, no primeiro dia da ExpoCatólica, Feira Internacional de Produtos e Serviços para Igrejas, Livrarias e Lojas de artigos religiosos. A maior consonância identificada entre todas as autoridades presentes e a pauta da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) em relação ao tema é a formação de uma CULTURA que venha a promover avanços na segurança, dentro do contexto da cidadania, e a paz, como decorrência. Dom Dimas Lara Barbosa, Secretário geral da CNBB, em seu discurso, observa que a campanha, que passa a vigorar em 25/02/2009, na Quaresma, trabalha com essa antecedência por causa de sua capilaridade. “Levar o material produzido para dar apoio à nossa pauta para todas as comunidades no país é um amplo trabalho”, e observa que uma mobilização nos formatos da Campanha da Fraternidade é única no mundo. “Nenhum outro país dispõe de um mecanismo tão eficaz para a evangelização”. O ministro da Justiça Tarso Genro, presente à solenidade, veio para reiterar o apoio incondicional do Governo Federal em relação à temática. “A Campanha da Fraternidade é uma questão de educação, que integre a comunidade e que seja suportada por ações policiais eficazes, pois Segurança Pública é derivada de uma cultura de respeito ao outro”, defendeu. O ministro anunciou ainda, a realização da 1ª. Conferência Nacional de Segurança Pública, que deverá conclamar os municípios e estados, “para que a questão da cultura da cidadania e em prol da paz integre o cotidiano dos cidadãos desse país”, encerrou. Para Fábio Castro, diretor da ExpoCatólica, receber a CNBB e as autoridades religiosas e civis para um tema de tal relevância tem um caráter grandioso, de responsabilidade e compromisso com os eventos da igreja. “O papel da feira no contexto da Igreja se amplia a cada ano, o que considero ser uma conseqüência desse nosso compromisso e uma forma de retribuir o apoio que vimos recebendo desde que a feira foi lançada, em 2003. Estiveram presentes à solenidade o Cardeal Arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Scherer, Dr. Guilherme Bueno de Camargo, secretário adjunto da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, Dr. Antonio Funari Filho, ouvidor das Polícia Civil de São Paulo, Monsenhor Jonas Abib, presidente da Fundação João Paulo II, Padre José Vanzella, Secretário Executivo da Campanha da Fraternidade, dentre outras autoridades.
Postar um comentário